Guarda Municipal de Traipu prende homem que se dizia “primo do Lázaro” e aterrorizava estudantes

Armas apreendidas com homem que estava rondando escola

Estudantes da  Escola Olho d’Água do Lima, em Traipu, viveram dias de medo na última semana. Um homem que se intitulava “primo do Lázaro” passou três dias rondando o local e ameaçando as crianças. Na quinta-feira (9), ele foi preso foi uma equipe da Guarda Municipal.

O comandante da Guarda de Traipu, GM Raimundo Umbelino, disse que o suspeito foi detido nas proximidades da escola. Com ele, foram apreendidas duas espingardas e uma faca. Umbelino destacou que o trabalho da Guarda Municipal foi determinante para a tranquilidade dos estudantes e do Povoado Santa Cruz.

Com medo, os alunos estavam se recusando a ir à escola e as aulas foram suspensas. “Todos estavam com medo, professores, estudantes. Agora, com a prisão dele a rotina voltou ao normal”, explicou o comandante.

GM de Traipu se destaca em trabalho operacional nas ruas

A Guarda Municipal de Traipu vem fazendo um trabalho diferenciado na cidade. A quantidade de ocorrências demonstra a importância da atuação da GM.

Tentativa de homicídio – No domingo (12), a equipe evitou um homicídio. Em uma rua próxima ao Rio São Francisco, dois homens discutiram e um tentou matar o outro com golpes de faca. A GM interviu e conseguiu conter a situação. O suspeito foi encaminhado para o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) de Girau do Ponciano. A vítima foi levada por uma ambulância para o Hospital de Emergência do Agreste, em Arapiraca.

Apreensão de arma – Em agosto, a Guarda Municipal conseguiu apreender uma espingarda, durante rondas na zona rural. O homem avistou a viatura, jogou a arma no chão e empreendeu fuga pelo mato. Ele não foi localizado.

Violência doméstica – Após uma denúncia de violência contra a mulher, a Guarda Municipal prendeu o agressor e apreendeu uma foice e uma espingarda. Ele estava usando as armas para tentar matar a companheira.

Celular recuperado – Após ter o celular roubado, um morador fez a denúncia à Guarda. Durante rondas, a equipe localizou o aparelho e devolveu à vítima.

O comandante Raimundo Umbelino destaca que o trabalho faz parte de uma estratégia de atuação contínua em locais que registram altos índices de criminalidade. São realizadas também rondas à noite em povoados na zona rural que detém muitas queixas de roubos de celular

O trabalho preventivo também está presente. Traipu recebe muitos turistas aos finais de semana. Por isso, o comandante ressalta que a Guarda dá total apoio na Avenida Beira-Rio, na organização do trânsito e na manutenção da ordem.

Compartilhar

1 Comentário - Comentar

Publicar comentário