Sindguarda-AL apresenta demandas da categoria para prefeito de Jequiá da Praia

O Sindicato dos Guardas Civis Municipais de Alagoas (Sindguarda-AL), representado pelos diretores Elinaldo Gomes e Nilton Silva, esteve reunido nesta terça-feira (20) com o prefeito de Jequiá da Praia, Felipe Jatobá (PP). Foram apresentadas as seguintes pautas: Planos de Cargos e Carreira, viabilização do estatuto, criação da ouvidoria e da corregedoria, porte de arma, risco de vida, fardamento e curso básico de atuação.

Sobre o porte de arma e o Plano de Cargos e Carreira, o prefeito demostrou total interesse em dar início aos procedimentos. Quanto ao PCC, ressaltou que vai estudar a implantação ainda durante o período inicial da gestão.

Os diretores explicaram sobre a importância de viabilizar um estatuto para a categoria, além da criação da ouvidoria e da corregedoria. O gestor encaminhou a solicitação ao procurador-geral para que fossem feitos os procedimentos com o objetivo de levar a pauta à Câmara de Vereadores.

Outro ponto abordado foi sobre o risco de vida, onde o prefeito se predispôs a fazer um ajuste, implementando 20% de risco de vida. Ou seja, os guardas recebem 15% e vão receber mais 5% para formar os 20%.

Foi debatido também sobre o fardamento – os guardas estão há bastante tempo trabalhando sem o uniforme adequado. Referente ao assunto, Felipe Jatobá informou que já foi iniciada a compra do fardamento para ser entregue aos guardas.

Quanto ao curso básico de atuação, o Sindguarda salientou que vai melhorar o desempenho da categoria, logo que os guardas irão ter treinamentos sobre defesa pessoal, abordagem e ainda poderão tratar com equipamentos de baixa letalidade e uso progressivo da força.

Partciparam também da reunião o Procurador Rodrigo Malta, Nilton Zacarias comandante e Davson Coelho sub-comandante.

Compartilhar

1 Comentário - Comentar

Publicar comentário